INSS Revisão de Benefícios 2014

Como você pode fazer uma revisão de benefícios do INSS

inss revisao de beneficios INSS Revisão de Benefícios

Foi anunciado há alguns dias através do INSS que seria realizado a Revisão de Benefícios, revisando assim mais de 15 milhões de benefícios por incapacidade.

Primeiramente é muito importante se informar que esta revisão deverá incluir apenas as aposentadorias por invalidez, auxílio doença que foram concedidos entre os anos de 2002 a 2009 além dos vários benefícios, poderão ter o direito a pensões por morte decorrentes deles. Não entram neste tipo de revisão as aposentadorias por idade, tempos de contribuição, nem mesmo os benefícios assistenciais.

O grande motivo da revisão de benefícios é que estes benefícios deverão ser calculados com base em mais de 100% dos salários de contribuição, e quando na verdade o certo seria ser um valor sobre os 80% maiores salários de contribuição, com isto podemos contar que alguns benefícios foram concedidos com um valor inferior ao correto.

É bem importante se esclarecer que este tipo de revisão de benefícios INSS pode abranger um equivalente há mais de 17 milhões de benefícios por incapacidade que foram concedidos entre 2002 a 2009. Nem sempre porém a revisão deverá aumentar o valor do benefícios, o que deverá acontecer em casos de quem tivesse menos de 144 contribuições quando a aposentadoria e também o auxílio doença foram concedidos. Dos mais de 15 milhões de benefícios que já foram revistos pela previdência, de 2,3 milhões deverão ter direito aos pagamentos de diferenças mais de 2,2 milhões de benefícios que devem ser analisados.

Como será realizado o pagamento de benefícios por incapacidade?

Dos mais de 2,3 milhões de benefícios por incapacidade, que já foram revistos, e também com um direito de diferença de 454 mil estarão ativos. Quem irá receber estes benefícios deverá ter uma renda mensal atualizada no pagamento que for referente a janeiro, que deverá começar a ser realizado já neste mês de fevereiro.

O pagamento dos atrasados deverá ser feito com base nos cronogramas de 2014. E para isto foram ainda utilizados critérios como por exemplo a situação do benefício, se está ativo ou mesmo cessado a idade também do beneficiário e os valores atrasados que deverão assegurar o que o segurado irá receber mensalmente.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *