Casamento Coletivo 2014 2014

Tudo sobre o casamento coletivo no ano de 2014

casamento coletivo Casamento Coletivo 2014

Muitos casais não tem grana para pagar um casamento, mas querem oficializar a união, por isso, acaba indo participar dos casamentos coletivos. Saiba como acontece o casamento coletivo 2014 que acontece em várias localidades no Brasil.

O casamento coletivo é a reunião de vários casais que até então não haviam tido a possibilidade de oficializar a união e vários canais se reúnem para oficializar a união em cerimônia pré-combinada. Em algumas localidades a cerimônia é até bem tradicional, como em Cuiabá (MT) que acontece há 20 anos este tipo de cerimônia. A cerimônia em Cuiabá teve um recorde com a reunião de 4.175 casais, em 25 de junho de 2009 e que teve inclusive a oportunidade de ter a Orquestra do Estado do Mato Grosso na cerimônia. Outras cidades já adotaram este tipo de cerimônia, tendo vários tipos de adeptos.

Em São Paulo, várias cidades realizam este tipo de cerimônia: Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Osasco entre outras. A ideia do casamento comunitário é possibilitar a esses casais possam ter sua união oficializada, mas sem precisar pagar pelas despesas comuns de cartório que são altas.

Além desse conceito de casamento coletivo comunitário, o casamento coletivo pode ser aquele em que dois casais de amigos resolvem casar no mesmo dia, por exemplo. O que pode ser uma economia de despesas, já que o casal pode dividir os gastos com decoração da igreja, por exemplo.

Mas, voltando aquele conceito de casamento coletivo comunitário, vários outras localidades fizeram o seu em 2014, como em São Paulo, que realizou um casamento coletivo no Itaquerão e oficializou a união de 60 casais. Ou a cerimônia coletiva que aconteceu em Manais, e que uniu 92 casais que foi uma iniciativa da Secretaria de Assistência Social e Cidadania do governo do Estado do Amazonas. Para se inscrever, procure se informar no seu Estado de origem, sendo a Secretaria de Assistência Social uma iniciativa.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *